Guimarães

Diz-se que viu nascer D. Afonso Henriques e assistiu a diversos acontecimentos que conduziram à independência de Portugal, sendo o seu castelo um dos principais símbolos da nação lusa - Guimarães conquista, assim, o título de berço da nacionalidade portuguesa. De facto, são bem remotas as origens do povoado, elevado a cidade em 1853, no reinado de D. Maria II.

Habitado desde épocas anteriores à presença romana, no séc. X, a condessa Mumadona, parente dos reis de Leão, promoveu a edificação do castelo como forma de proteger a região dos assaltos de Mouros e Normandos. Posteriormente, aquando do casamento com D. Teresa, D. Henrique amplia a fortificação e em Guimarães estabelece a corte do condado Portucalense.

Em 1127, Afonso VII de Castela p. e cerco ao castelo de modo a obrigar D. Afonso Henriques, seu primo, a prestar-lhe vassalagem. A prepotência de Castela e o descontentamento da nobreza de entre o Douro e Minho face à forma como D. Teresa geria o condado apressou a rebelião, dando origem à batalha de S. Mamede, da qual os apoiantes do Infante saem vencedores, expulsando a hoste da Rainha.Hoje Guimarães é um dos grandes pólos industrias do país, sendo uma cidade que alia a tradição à vivência dos tempos modernos.

Habitualmente designada por Berço da Nacionalidade, a cidade de Guimarães possui características ímpares que a distinguem de outras cidades portuguesas e a colocam num lugar de relevo na História de Portugal. Terá sido em Guimarães que nasceu e foi baptizado aquele que, em 1179, viria a ser coroado o primeiro Rei de Portuga , D. Afonso Henriques; Guimarães terá sido palco da batalha de S. Mamede, cuja vitória de D. Afonso Henriques foi decisiva para a fundação da Nação Portuguesa ao garantir a independência do Condado Portucalense face ao Reino de Leão. A origem de Guimarães remonta a uma villa, então designada Vimaranes, que se julga ser o genitivo do nome pessoal de origem germânica Vimara ou Guimara, o qual seria um dos donos desta terra. Com o passar dos séculos, a palavra foi evoluindo para Guimarães por via do Latim. No entanto, ainda hoje os habitantes de Guimarães são designados por "Vimaranenses". No século X, a Condessa Mumadona Dias, tia do Rei Ramiro II de Leão e viúva do Conde Hermenegildo Gonçalves, manda construir na sua terra Vimaranes o convento de frades e freiras que se tornou num pólo de atracção e de fixação populacional. Para sua defesa, Mumadona manda erguer o Castelo, entre os anos de 959 e 968. A então villa Vimaranes desenvolve-se em volta destes dois pólos dinamizadores: o Convento e o Castelo. No século XI o rei Afonso VI de Leão e Castela entrega o governo da Província Portucalense ao Conde D. Henrique, que para aqui vem viver. Este casa-se com D. Teresa (filha ilegítima de D. Afonso IV). Desta união nasce, em 1111, aquele que viria a tornar-se o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques. Em 1114, o Conde D. Henrique morre, tendo, poucos anos antes, outorgado foral à villa Vimaranes concedendo privilégios especiais aos seus moradores.Em 1128, no dia vinte e quatro de Junho, dá-se a Batalha de S. Mamede. O Campo de S. Mamede, junto ao Castelo de Guimarães, é apontado por vários historiadores como tendo sido um dos seus palcos. Esta batalha é travada entre as hostes de D. Afonso Henriques e as de sua mãe, D. Teresa e do Conde de Trava de Galiza, em que os primeiros defendiam a independência do condado face ao reino de Leão. Esta batalha é vencida por D. Afonso Henriques marcando assim os alicerces da nação Portuguesa. Em 1179, D. Afonso Henriques é reconhecido Rei de Portugal pelo Papa Alexandre III. No século XII, o Convento, fundado pela Condessa Mumadona Dias, vai ser transformado em Colegiada, que ao longo dos tempos vai ver o seu prestígio e importância valorizados face às doações e privilégios que lhe vão sendo concedidos por reis e nobres. Com o passar dos séculos, Guimarães vai ser palco do desenvolvimento de algumas indústrias como sendo a cutelaria, a fiação e tecelagem de linho, a curtimenta das peles e a ourivesaria. No plano religioso, a devoção pela Virgem Santa Maria de Oliveira faz da vila um importante centro de peregrinação. Em volta dos seus dois pólos dinamizadores - do Convento e do Castelo - vai ser construída uma muralha defensiva e, a ligá-los, forma-se a Rua de Santa Maria. Aos poucos, estes dois aglomerados urbanos vão fundir-se num único e a organização e fisionomia da vila intramuros pouco mudará após o século XV. A instalação das ordens religiosas dos Dominicanos e Franciscanos, fora dos muros do burgo, vai contribuir para a urbanização extra-muros e consequente alargamento da cidade. No ano 1853, a Rainha D. Maria II eleva a vila à categoria de cidade, sendo a partir daqui fomentado e autorizado o derrube das muralhas, muralhas estas das quais é ainda possível hoje em dia observar alguns vestígios.

Sem resultados.

CASA DE RODAS

Monção

Ver Mais

CASA DO CORREIO MOR

Ponte da Barca

Ver Mais

PAÇO DE CALHEIROS

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DO BARREIRO

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DO OUTEIRO

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DE CRASTO

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DA VÁRZEA

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DA LAGE

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DO ANQUIÃO

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DAS TORRES

Ponte de Lima

Ver Mais

Casa do Ameal

Viana do Castelo

Ver Mais

QUINTA DO MONTEVERDE

Viana do Castelo

Ver Mais

CASA DOS ASSENTOS

Barcelos

Ver Mais

CASA DE ALFENA

Póvoa de Lanhoso

Ver Mais

CASA DOS LAGOS

Braga

Ver Mais

CASA DA TOJEIRA

Cabeceiras de Basto

Ver Mais

CASA DAS PAREDES

Fafe

Ver Mais

CASA DE CANEDO

Celorico de Basto

Ver Mais

CASA DOS POMBAIS

Guimarães

Ver Mais

CASA DO RIBEIRO

Guimarães

Ver Mais

CASA DE SEZIM

Guimarães

Ver Mais

CASA DO CAMPO

Celorico de Basto

Ver Mais

Paço de São Cipriano

Guimarães

Ver Mais

CASA DE VILARINHO DE S. ROMÃO

Sabrosa

Ver Mais

CASA DAS TORRES DE OLIVEIRA

Mesão Frio

Ver Mais

CASA DOS VARAIS

Peso da Régua

Ver Mais

CASA DE SANTO ANTONIO DE BRITIANDE

Lamego

Ver Mais

SOLAR SAMPAIO E MELO

Trancoso

Ver Mais

CASA DO CONDADO DE BEIRÓS

S. Pedro do Sul

Ver Mais

QUINTA DE SÃO CAETANO

Viseu

Ver Mais

CASA DE MOGOFORES

Anadia

Ver Mais

CASA DAS TÍLIAS

Seia

Ver Mais

VILA DUPARCHY

Mealhada

Ver Mais

CASA DO CIMO

Fundão

Ver Mais

Quinta da Alcaidaria-Mór

Ourém

Ver Mais

CASA D'ÓBIDOS

Óbidos

Ver Mais

CASA DO CASTELO

Peniche

Ver Mais

CASA DO CRATO

Crato

Ver Mais

CASA DO TERREIRO DO POÇO

Borba

Ver Mais

QUINTA DA PRAIA DAS FONTES

Alcochete

Ver Mais

PALÁCIO DE RIO FRIO

Palmela

Ver Mais

CASA DO ROSSIO

Montemor-o-Novo

Ver Mais

CASA DAS BARCAS

São Roque do Pico

Ver Mais

CASA DAS CALHETAS

Ribeira Grande

Ver Mais

QUINTA DA CALÇADA

Melgaço

Ver Mais

QUINTA DE SANTO ANTÓNIO

Monção

Ver Mais

QUINTA DE CORTINHAS

Arcos de Valdevez

Ver Mais

QUINTA DA PROVA

Ponte da Barca

Ver Mais

QUINTA DO REI

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DA PORTELA DE SAMPRIZ

Ponte da Barca

Ver Mais

QUINTA DA ALDEIA

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DA ROSEIRA

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DA AGRA

Ponte de Lima

Ver Mais

Quinta do Sobreiro da Facha

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DO CASAL DO CONDADO

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DA MATA

Chaves

Ver Mais

QUINTA DE PAÇO D'ANHA

Viana do Castelo

Ver Mais

QUINTA DE SANTA BAIA

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DE MALTA

Barcelos

Ver Mais

QUINTA DO SOBREIRO

Vila Verde

Ver Mais

QUINTA DE SÃO BENTO

Vila Verde

Ver Mais

QUINTA DO SOURINHO

Barcelos

Ver Mais

QUINTA DE SANTA COMBA

Barcelos

Ver Mais

QUINTA DO CONVENTO DA FRANQUEIRA

Barcelos

Ver Mais

QUINTA DA PONTE DO LOURO

V.N. Famalicão

Ver Mais

QUINTA DE CIMA DE EIRIZ

Guimarães

Ver Mais

QUINTA DA PICARIA

Santo Tirso

Ver Mais

QUINTA DA VEIGA

Sabrosa

Ver Mais

QUINTA DE VENTUZELA

Cinfães

Ver Mais

QUINTA DO TERREIRO

Lamego

Ver Mais

Quinta de Pindela

V.N. Famalicão

Ver Mais

QUINTA DA BACELADA

Meda

Ver Mais

QUINTA DA COMENDA

S. Pedro do Sul

Ver Mais

QUINTA DE SÃO LOURENÇO

Anadia

Ver Mais

QUINTA DO ALBERGUE DO BONJARDIM

Sertã

Ver Mais

MONTE DA CORTE LIGEIRA

Beja

Ver Mais

CASA DA EIRA

Valença

Ver Mais

CASA DA ENCRUZILHADA

Ponte de Lima

Ver Mais

MOÍNHO DE ESTORÃOS

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DO TAMANQUEIRO

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DO SALGUEIRINHO

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DO MONTE

Barcelos

Ver Mais

CASA DE SEQUIADE

Barcelos

Ver Mais

CASA DO FORAL

Rio Maior

Ver Mais

VILLA DAS ROSAS

Sintra

Ver Mais

CASINHA DE MOZELOS

Paredes de Coura

Ver Mais

QUINTA DA BEMVISA

Ponte de Lima

Ver Mais

CASA DA SERRA - CERQUIDO VILLAGE

Ponte de Lima

Ver Mais

Azenha do Rei

Ponte de Lima

Ver Mais

Quinta do Ameal - Enoturismo

Ponte de Lima

Ver Mais

QUINTA DE CARTEMIL

Ponte de Lima

Ver Mais

CASAS DE PORTO BOM

Ponte da Barca

Ver Mais

QUINTA DE SÃO SEBASTIÃO

Ponte de Lima

Ver Mais

Quinta do Sorilhal

Vieira do Minho

Ver Mais

CASA DO CASAL DO CARVALHAL

Amares

Ver Mais

QUINTA DO BARRACÃO DA VILARIÇA

Vila Flor

Ver Mais

CASA DE SANTA CRISTINA

Marco de Canaveses

Ver Mais

CASA DAS RENDUFAS

Torres Novas

Ver Mais

CASA DOS MATOS - The Nest

Porto de Mós

Ver Mais

QUINTA DAS LAVANDAS

Castelo de Vide

Ver Mais

CASA DA AL-DEIA

Rio Maior

Ver Mais

Moinho da senta

Rio Maior

Ver Mais

Casa Mar de Serra

Rio Maior

Ver Mais

MOINHO MÓ DA PRAIA

Santa Cruz da Graciosa

Ver Mais

QUINTA DO COVANCO

Alenquer

Ver Mais

CASAS DE ROMARIA

Mora

Ver Mais

MOINHO DO ÁLAMO

Montemor-o-Novo

Ver Mais

CASA DO ALTO DA EIRA

Cuba

Ver Mais

Herdade do Freixial

Odemira

Ver Mais

CASA DAS CORES

Mértola

Ver Mais

HERDADE DOS CASTELEJOS

Castro Verde

Ver Mais

CASAS DA CERCA

Odemira

Ver Mais

CASAS DA PEDRALVA

Vila do Bispo

Ver Mais

SOLAR DA BICA

São Vicente

Ver Mais