Em Rio Maior, no seio da célebre terra pelo centro de extracção de sal desde os tempos da nacionalidade, nasce a Casa do Foral. Reza a tradição que o seu nome testemunha a importância na história local, derivando o seu nome de "foro" ou "foral".

Referência de construção típica da região ribatejana, integra belíssimos painéis de azulejos datados do século XVIII. A família permanece na casa há quatro gerações e acolhe simpaticamente com conforto e qualidade. Dispõe de seis quartos decorados com elegância e bem-estar. Oferece diferentes atividades de lazer, desde mergulhar na refrescante piscina a passeios a pé que proporcionam momentos de descoberta das belezas da terra.

Alojamento

  • 6 x Twin - Desde 78.00€ / noite

Características

  • Estacionamento
  • Fala-se espanhol
  • Fala-se francês
  • Fala-se inglês
  • Jardins
  • Passeios a Pé
  • Piscina
  • Refeições mediante solicitação
  • Sala de jogo
  • Sala para conferências

Localização

Rua da Boavista, 10

548 TH

Situada em Rio Maior, importante e conhecido centro de extracção de sal desde os tempos da nacionalidade, a Casa do Foral destaca-se pela sua ampla imensidão caiada de branco e a sua varanda de pilares, de onde se avista uma bonita paisagem. Antecedida por um portão de ferro que a guarda de olhares curiosos, encontra-se pousada numa ladeira alcatroada que nem por isso lhe retira o charme de que e dotada. Reza a história que o seu nome advêm de, no passado, terrenos e habitações circunvizinhos lhe terem pago "foro" ou "foral".

Trata-se de uma construção de traça rústica, típica da região ribatejana do final do século, possuindo no seu interior belíssimos painéis de azulejos datados do século XVIII que impressionam pela sua graciosidade. Depois são os recantos, que convidam à clausura de quem preza a circunspecção.

A Casa do Foral pertence à mesma família desde há quatro gerações e nela se faz questão de receber em ambiente caseiro. Dispõe, no seu interior, de seis quartos individuais amplos, decorados com bom gosto e bastante confortáveis.

Lá fora, as hipóteses de lazer são múltiplas. Desde um mergulho na piscina a um simples passeio a pé pelas proximidades, tudo se toma uma boa escolha para desfrutar ao máximo a estadia nesta região.

In Solares de Portugal A arte de bem receber , Edições INAPA, 2007