No coração do vale do Lima, na localidade da Gemieira, entre Ponte de Lima e Ponte da Barca, encontramos a meia encosta a Quinta de Cartemil.

Com as terras da Ribeira Lima a seus pés, a Quinta de Cartemil, com 12 hectares, usufruiu de uma vista panorâmica sem fim, que se prolonga pelas perfumadas matas, vinhas, pomares e pela água pura ,que brota das nascentes naturais.

Alojamento

  • 1 x Casa com 5 quartos - Desde 395.00€ / noite

Características

  • Aceita animais
  • Aquecimento central
  • Churrasco
  • Cozinha
  • Estacionamento
  • Fala-se espanhol
  • Fala-se francês
  • Fala-se inglês
  • Internet
  • Jardins
  • Lareira
  • Passeios a Pé
  • Piscina exterior
  • Refeições mediante solicitação
  • TV

Localização

Gemieira

5866 CC

A Quinta de Cartemil disfruta de uma privilegiada localização pela proximidade das montanhas, do rio Lima e do mar. A casa da quinta é referenciada pelo seu invejável enquadramento na paisagem e exposição solar.

A casa está ligada à família Souza e Menezes, de acordo com documentos antigos, desde a sua instituição como morgadio em 1632.

No séc. XIX foi posse de D.ª Maria Ana de Calheiros de Menezes – Viscondessa de Maiorca- que a deixou mais tarde por testamento a um familiar. Ainda hoje, a casa é apelidada pelos mais velhos como "Quinta da Viscondessa". Os seus familiares e atuais proprietários Maria Clara e António Carlos de Vasconcelos Sousa e Menezes, renovaram completamente a casa assim como as suas vinhas que produzem um Vinho Verde de excelência.

Com 4 quartos, 2 duplos e 1 twin, todos com casa de banho privativa, a Quinta de Cartemil é o refúgio ideal para umas férias em família. A decoração combina a beleza do clássico aliado ao moderno conforto. No exterior, poderá usufruir dos jardins, piscina e toda uma área envolvente ideal para realizar passeios pedestres pela zona do pomar, vinha e mata.

Numa terra rica em tradição e humanidade, a Quinta de Cartemil é um convite para descobrir o Parque Nacional da Peneda Gerês e Ponte de Lima terra conhecida pela beleza do rio, pela riqueza gastronómica minhota, pelo seu património arquitetónico e cultural.