Seja Bem Vindo aos Solares de Portugal
Português
English
Français
Telefone +351 258 931 750Contactosinfo@solaresdeportugal.pt

A vizualização deste conteúdo requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

AveiroAveiroSolares de Portugal « Aveiro


Aveiro foi elevada à categoria de vila no século XIII e, mais tarde, D. João I (séc. XIV) mandou rodeá-la de muralhas, que acabaram por ser demolidas já no século XIX, servindo as suas pedras para a construção dos molhes da barra nova. A partir de 1472, a estada da princesa Santa Joana no Convento de Jesus, onde viria a falecer, teve importantes repercussões para Aveiro, favorecendo o seu desenvolvimento. A vila foi elevada a cidade por D. José em 1759.
Penetrada pela Ria, que se estende nos seus canais, Aveiro goza de uma certa originalidade, completada pelo imenso casario que espelha o dinamismo e pujança da cidade. É, de facto, uma cidade progressiva, bem atenta ao futuro, onde os bairros plantados à beira-ria convivem com as construções de carácter mais urbano, formando um todo harmonioso. Por outro lado, o contraste entre a montanha sulcada de profundos vales e a fértil planície lagunar encontra-se bem patente nesta região, acabando por funcionar como complemento. A sua situação geográfica sempre funcionou como um factor atractivo para a fixação de população, pois a salinagem, as pescas e o comércio marítimo constituíam factores determinantes de desenvolvimento.
O número de habitantes da cidade tem vindo a aumentar regularmente ao longo do corrente século e presentemente o volume da população deverá rondar os setenta mil. Contudo, a taxa de natalidade tem vindo a decrescer nas últimas décadas, o que torna este aumento populacional explicável através dos movimentos migratórios atraídos pelo progresso económico e social a que se assiste na cidade, e pela sua Universidade.