Localizada na vila de Arcos de Valdevez, nasce a esplêndida Quinta de Parada do vez. Casa com origem no final do século XIX, encerra uma aura de mistério. O primeiro recenseamento da casa remonta a 1931, embora a sua construção possa ser anterior. Rodeada por uma bela paisagem, com vista para o Parque Nacional da Peneda Gerês, com um ambiente tranquilo e acolhedor pode desfrutar de momentos inesquecíveis, onde a atmosfera de outros tempos inspira uma estadia diferente. O actual proprietário, Óscar Soraluce, abre as portas ao turismo de habitação em 1996, e orgulha-se da arte de bem receber em família.

Oferece seis quartos confortáveis, sala de estar e salão de jogos. Um lugar de verdadeiras emoções, um ponto de partida para a descoberta das actividades ao livre, em comunhão com a natureza.

Alojamento

  • 6 x Duplo - Desde 80.00€ / noite

Características

  • Biblioteca
  • Bicicletas
  • Estacionamento
  • Fala-se espanhol
  • Fala-se francês
  • Fala-se inglês
  • Jardins
  • Passeios a Pé
  • Piscina
  • Refeições mediante solicitação
  • Sala de jogo
  • Sala para conferências

Chegamos a Arcos de Valdevez através de paisagens pontuadas de latadas verdejantes e cenas rurais; a dois quilómetros de Arcos, a Quinta de Parada do Vez recebe o hóspede, rodeado pela paisagem deslumbrante da serra da Peneda.

Esta casa está envolvida numa aura de mistério, desconhecendo-se a história da família que terá promovido a sua construção.

O primeiro recenseamento que foi feito remonta a 1931, embora a sua construção seja provavelmente anterior.

Esta casa pode ser considerada uma casa abrasileirada , se nos debruçarmos sobre algumas características que apresenta, tais como os telhados de grande inclinação, os óculos, os medalhões, os vasos de pedra a rematar os pilaretes dos portões de ferro forjado, o jardim com espécies exóticas.

Em todo o caso, o importante é o ambiente tranquilo que permite ao hóspede encontrar a paz e conforto que esta belíssima região oferece.

O actual proprietário, Óscar Soraluce, que começou o turismo de habitação em 1996, faz questão que a sua casa seja um lugar de acolhimento e bem-estar.

Este pode ser o ponto de partida para uma exploração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, observável da varanda da casa, sobre o horizonte.

Os seis quartos bem decorados, a sala de estar, o salão de jogos e o rio mesmo ali ao lado, permitem momentos inesquecíveis e uma estada tranquila em qualquer época.

In Solares de Portugal A arte de bem receber , Edições INAPA, 2007